segunda-feira, 30 de março de 2009

Uma bela história real**

.
Lágrimas de um palhaço, por Rodrigo Martins.

Tinha tudo pra ser um dia comum, mas não foi,
tinha tudo pra acabar como um dia qualquer, mas não acabou...
Eles tinham tudo pra serem felizes, mas não foram,
alias, foram por alguns minutos, algumas horas, depois se foram...

O sorriso era embalado por violões em suaves acordes,
a sombra daquelas arvores não conseguiam esconder o sorriso dela,
mas ele escondia o que sentia quando via o sorriso dela...
No rosto, um nariz pintado de palhaço,
no coração uma alegria de criança,
e tudo aquilo fazia com que ele se sentisse bem
sem se importar o quanto esse bem iria durar...

Como num filme romantico-clichê-qualquer
o destino propôs uma cena inusitada
aquele rosto pintado de palhaça
deixara ser beijado pela boca desejada...
Poderia ter sido uma bela historia de amor,
mas ela foi embora, mesmo antes do circo ser desarmado.
Ele a deixou ir, sem saber se iria voltar,
mas ele guardou no peito e decidiu eternizar.
Daquela palhacinha, só restou pra ele,
lagrimas de um palhaço....


A resposta da palhacinha, por Savana Dantas.

E para a palhacinha, o que será que restou?!
Restara-lhe uma doce lembrança de um dia perfeito que fora manchado por algumas palavras que conseguiram separar palhaço e palhaça...
Restara-lhe um aperto no peito por se perceber injusta ao dar ouvidos ao zumbido de uma vespa invejosa...
Restara-lhe uma boa história pra contar...
Restara-lhe a alegria de reencontrar o palhaço em meio a tequilas e teatros mágicos, sabendo que este perdoara-lhe a mancada.
Restara-lhe a coragem de conversar com ele novamente e servir de inspiração para um bom texto.
Para os dois, agora, resta o bom senso de não se deixarem perder de novo.
Resta a força para pôr de novo o circo de pé, dessa vez erguido sob o tempo e tendo por base uma linda amizade.
Resta-lhes agora pintar o nariz de novo e brincar de ser feliz.

**Protagonizada pelos próprios autores!


P.S.'s:

1. Sr. S.E.L (ou seria senhora?), seu último comentário mexeu bastante comigo. Suas palavras são sempre perigosamente apaixonantes! Agradeço, sinceramente, por cada uma delas! =)
Peço desculpas por querer taaaanto saber um pouco mais sobre sua identidade. Minha curiosidade às vezes me ultrapassa! Enfim, espero que nunca abandone este blog!

2. Srta Priscilla Branquinha (=D)... Você é um doce!
A resposta para seus comentários estarão em breve no seu blog. Aguarde! =)


3. Para os dois, S.E.L. e Priscilla... O trecho que vocês perguntaram é meu! =)
"A palavra é um refúgio,
Um abrigo
Um doce amigo antigo,
Um prelúdio!!"

4."Vem... Que eu sei que você tem vontade, que eu sei que você tem saudade de mim! Antes que haja enfermidade que eu não me recupere... Vem!!!"[Vanessa da Mata]

domingo, 22 de março de 2009

.
A você, um muito obrigada.
Muito obrigada pelos beijos intermanáveis, pelas ótimas conversas, pelas várias línguas que 'falamos'...
Muito obrigada por levar tuas mãos grandes pra passear por cada porozinho meu... Obrigada por aceitar meu corpo nu em pêlo e, mais ainda, por oferecer o teu de bom grado.
A você, um muito obrigada por tamanha sensibilidade, por tamanha beleza, por tamanho desejo.
A você, por fim, um muito obrigada por ter ido embora a tempo de não deixar meu tombo ser tão grande. Estarei sempre aqui, clara e limpa, pra retribuir cada um daqueles segundos mágicos que passei com você!

."Quando talvez precisar de mim,

Cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim..." [Chico]
.
P.S.'s:
1. Novamente, à quem é de direito, ficam minhas desculpas!
2. Estou explodindo de saudades!
3. Constantemente agradecendo pelas novas amizades! (Viva o gela)
4. Sr. S.E.L., peço encarecidamente que o senhor se identifique... PELO-AMOR-DE-DEUS! Estou demasiado contente com seus comentários. Muito obrigada! =)