terça-feira, 25 de agosto de 2009

.
Vai lá, passarinho. Conta pra ele que 'tá difícil viver assim. Vai, voa logo!
Diz pra ele bem baixinho que não tem graça procurar em outros corpos o que só ele pode me dar. Pega a mão dele e entrega aquele bilhetinho que eu escrevi no bar com um trecho da Clarice. Leva um pouco do meu perfume pra ver se ele lembra de mim.
Leva o som do meu sorriso que ele tanto ouviu nas tardes à toa.
Leva o gosto do meu corpo pra ver se ele volta.
Aproveita, passarinho, e leva minha ressaca, leva minha lágrima, leva minha alma.
Me leva com você... Me esconde na tua bolsa, passarinho. Juro, não dou trabalho.
Eu sei, passarinho, eu sei que já tem muita coisa pra levar. Tá bom, tá bom, eu fico...
Mas vá, passarinho, não te esqueças de nada. Na volta, traga na bagagem um pedaço daqueles cabelos ou uma gotinha do perfume. Não esquece, passarinho. Agora vai, voa rápido que o sangue não espera pra escorrer. [...]
Ei, passarinho, porque estás voltando? Não faça isso, passarinho, não tens pena de mim?!?!?

*Acontece, pobre menina, que eu só posso voar pra lugares de verdade... Desculpe, mas passado não é lugar, é tempo.

,

,

P.S.'s:

*Esses dias, encontrei assim, sem querer, um olhar perdido num espelho de bar... Uma pena tê-lo perdido!

*Ei, seu moço do cabelo grande, eu também gosto de clichês...

*E pro moço que mora longe, uma paráfrase... "Na pressa de encontrar, nem sei o quê!"

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

.
Ei, pra quê essa carinha? Desfaz essa feição de tristeza, rapaz, as coisas andam bem piores pra mim, pode apostar! Pra quê ficar sem jeito por causa de uma coisa tão comum? Ninguém sabe melhor que eu o quanto o passado é persistente! Vai, baiano, abre logo um sorrisão, levanta essa cabeça e segue teu rumo, deixa que a parte mais pesada eu carrego nas costas. Não há motivo para tamanho pesar... Já aguentei tantas toneladas nessa vida-de-meu-deus que uns quilinhos a mais não vão me derrubar.
Olha, bonito, eu confesso que o peso de ter que ser compreensiva demais desanima e desaponta bastante. Ter que dizer a todo instante 'tá tudo bem' e cinicamente sorrir como se nada tivesse acontecido é ainda mais torturante. Mas nem só de amarguras é feita essa vida. Tudo há de se resolver e, do fundo do meu coração, rogo para que tua escolha tenha sido a certa. É só uma questão de um pouquinho de tempo... Quem sabe algumas semanas? Alguns dias? Algumas cervejas? Alguns sexos? Alguns segundos? Hã? Qual era o assunto mesmo?

P.S. interno:

*Uma dívida ficou pendente e, ao que me consta, os juros deixaram-na, pelo menos, 50 vezes maior. Pelo que sei, débitos financeiros demoram 5 anos pra prescrever e, após esse prazo, o nome fica de novo 'limpo na praça'. No nosso caso específico, a dívida prescreve quando o contrato entre os usuários do serviço é encerrado, logo, meu nome continua limpo!
.
*Nosso amigo Bergson foi de grande valia na minha vida.
.
*Obrigada por cada segundinho, 'baiano'!

P.S.'s pra geral:

*Ááááááárina, minha princesa do cerrado, estou te devendo um zuper-mega-apertadíssimo-abraço!!! Muitíssima sorte pra você em Ouro Preto. Tudo vai dar certo. Amo você!
.
*S.E.L., Branquinha, Rodrigo, Carlos... Obrigada por voltarem por essas bandas. Gosto de ser lida por vocês. =)
.
*Thaty, Ray, Camila e Bruna, muito obrigada por sempre passarem por aqui.
.
*Leila, saudades.
.
*Camila, boa sorte em Israel, você vai fazer falta.
.
*Srta. Nana, seja sempre muito bem vinda.
.
*Pronto, cabô. =)
.